1. Home
  2. Notícias
  3. Geral
Geral

Cuide de seu pet com festas juninas e fogos de artifício


Publicado em: 21/06/2022 09:00 | Fonte/Agência: Assessoria de Comunicação | Categoria: Geral

 


Cuide de seu pet com  festas juninas e fogos de artifício

Cuide de seu pet com festas juninas e fogos de artifício

Cuide de seu pet com a volta das festas juninas e fogos de artifício

Após dois anos sem as tradicionais festas juninas por causa da pandemia, as celebrações voltam a fazer parte do calendário das cidades goianas e com elas, a tradição de soltar fogos de artifício e traques.

Junto a este cenário, vários lares com novos membros do reino animal para atenuar os efeitos do isolamento social. De acordo com a pesquisa Radar Pet 2021, realizada pela Comissão de Animais de Companhia Comac, ligada ao Sindicato da Indústria Veterinária, o número de animais de companhia nos lares brasileiros aumentou cerca de 30% neste período.

O CRMV, Conselho Regional de Medicina Veterinária de Goiás orienta a população, em especial aos novos proprietários de animais domésticos, que o barulho dos fogos pode provocar danos. O desconforto causado pelo estampido de fogos e traques em cães, gatos, aves e roedores pode ser tamanho, que chega a ocasionar acidentes sérios e até morte de animais mais sensíveis.

“Quando se sentem ameaçados pelo barulho de fogos, os pets podem tentar fugir, serem atropelados, pular de locais inadequados e provocar acidentes com objetos cortantes. O ideal é que o proprietário busque medidas para amenizar o desconforto, como fazer companhia a ele, proteger os ouvidos e colocá-lo em local seguro, fechado”, ressalta Rafael Costa Vieira, presidente do Conselho, Rafael Costa Vieira 

Em caso de dúvida, sobre como agir, a indicação é sempre buscar orientação profissional com um veterinário de confiança.

  • ​​​​​​Durante os fogos, mantenha seu pet dentro de casa ou em algum local em que ele se sinta seguro, com iluminação suave e, de preferência, com a presença do tutor;
  • Nunca deixe seu cãozinho preso com correntes ou coleiras. Na hora do susto, ele pode acabar de machucando;
  • Caso ele fique solto em casa, não se esqueça de fechar portas e janelas para evitar possíveis fugas;
  • Se morar em apartamento, verifique se as telas de proteção estão firmes;
  • Desvie a atenção do cãozinho com as brincadeiras que ele mais gosta;
  • Consulte um veterinário de confiança para verificar medidas que podem tranquilizar seu amigo em situações como esta. Mas lembre-se, nunca dê nenhum tipo de medicação a ele sem indicação médica.

Assessoria de Comunicação 


Voltar

Leia também

Resoluções e Normativas

Telemedicina Veterinária

30/06/2022 14:00

Fiscalização

Exercício ilegal da profissão

29/06/2022 09:00

Educação

Hospital veterinário IFG Campus Urutaí

24/06/2022 15:30

Saúde Única

Avanços no uso veterinário de cannabis

22/06/2022 16:00

Top