1. Home
  2. Notícias
  3. Saúde Única
Saúde Única

Orientação Ministério da Saúde


Publicado em: 13/09/2022 16:00 | Fonte/Agência: Assessoria de Comunicação | Categoria: Saúde Única

 


Orientação Ministério da Saúde

Orientação Ministério da Saúde

Em 23 de julho, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que a doença causada pelo vírus Monkeypox é uma emergência de saúde pública internacional. Diante o cenário de urgência, o CFMV divulga NOTA TÉCNICA nº 96 do Ministério da Saúde com as recomendações sobre o manejo de animais de companhia clinicamente suspeitos ou expostos à infecção pelo Monkeypox.

A nota foi elaborada após o MS ser notificado sobre um cão com lesões sugestivas da doença. Como a transmissão do vírus geralmente ocorre pelo contato com as lesões, fluídos corporais e gotículas respiratórias de pessoas ou animais infectados, os órgãos de Saúde estaduais e municipais recomendam o isolamento do animal e a desinfecção do ambiente reservado para a quarentena com água sanitária.

As  recomendações para o médico-veterinário prestar atendimento a um animal suspeito estão no neste link

Para que a transmissão do MPXV seja possível de um humano infectado para o animal, provavelmente são necessárias duas condições:

a)Manifestação clínica da doença, ou seja, apresentação de lesões

na pele ou na mucosa E

b)Contato direto com o animal – coabitar a mesma residência,

abraçar, beijar, receber lambidas, dormir na mesma cama.

.Animais de estimação que tiveram contato direto com uma pessoa sintomática com MPX não devem ser abandonados e precisam ser mantidos sob observação quanto ao aparecimento de sinais clínicos por 21 dias após o último contato, garantindo os cuidados como oferta de água, alimentação e outro manejo que se fizer necessário para seu bem-estar.

RECOMENDAÇÕES PARA CUIDADOS COM ANIMAIS CLINICAMENTE SUSPEITOS

Critério para um animal ser suspeito para MPX: todo animal que teve contato direto com uma pessoa confirmada para a doença e que em até 21 dias após o último contato manifeste lesões, erupções cutâneas, tais como: máculas, pápulas, pústulas ou vesículas, podendo estar acompanhado de

prurido, irritabilidade, lambedura em regiões genitais, letargia, falta de apetite, tosse, secreções ou crostas nasais e/ou oculares.

IMPORTANTE:

A presença de lesões de pele inespecíficas oucausadas por outras etiologias, como alergias, podem ser confundidas com MPX. Portanto, é essencial a identificação do vínculo de contato próximo com o caso confirmado.

Assessoria de Comunicação CRMV-GO 


Voltar

Leia também

Eventos

Evento Leite

27/09/2022 15:40

Saúde Única

Serviço

26/09/2022 15:30

Saúde Única

Orientação Ministério da Saúde

13/09/2022 16:00

Sanidade Animal

Alerta

13/09/2022 08:00

Eventos

Comemoração

12/09/2022 13:10

Top