1. Home
  2. Notícias
  3. Sanidade Animal
Sanidade Animal

Tempo Seco: Cuidados com animais domésticos


Publicado em: 01/07/2024 08:00 | Fonte/Agência: Assessoria de Comunicação | Categoria: Sanidade Animal

 


Com a chegada do inverno, a umidade do ar tende a ficar bem abaixo do normal, principalmente no estado de Goiás. Esse período de tempo seco não afeta somente os seres humanos, mas também os animais domésticos. Cães e gatos podem apresentar diversos sintomas como coceiras nos olhos, focinho e boca secos, dificuldade para respirar e desidratação.

Diante desse cenário, o CRMV-GO orienta que reforçar a hidratação, fazer passeios mais curtos e em horários específicos, bem como manter a vacinação sempre em dia são algumas medidas que ajudam a manter a saúde e bem-estar do animal, evitando, principalmente, fadiga, desidratação, ressecamento de mucosas, dentre outros.

Dicas

  • Reforce a hidratação: sempre leve recipientes de água nos passeios e mantenha água limpa e fresca em casa.

  • Passeios e atividades físicas: Passeie com o animal em horários até às 9h ou após às 17h, para evitar a evitar respiração mais ofegante e até crises respiratórias. Também evite que ele realize atividades físicas em excesso, principalmente animais de focinho curto como cães das raças Pug, Bulldog e Shih-Tzu, e gatos Persas.

  • Umidificação do ambiente: utilize umidificadores ou toalhas molhadas próximas aos locais de descanso do animal.

  • Vacinação em dia: além das vacinas regulares, realize a vacinação contra a gripe.

Os responsáveis pelo animais também devem ficar atentos aos sinais clínicos como tosse, secreção nasal e ocular, respiração ruidosa e mucosas arroxeadas. Se esses sintomas forem observados, é essencial levar o animal imediatamente a uma consulta veterinária para uma avaliação profissional.

Por fim, o CRMV-GO também orienta que é crucial conversar com o seu médico-veterinário de confiança. O profissional poderá fornecer cuidados específicos para auxiliar no bem-estar do animal durante o tempo seco, como o uso de inaladores e medicações, conforme as necessidades de cada pet.


Voltar
Top